"Por mais que tentemos, jamais conseguiremos controlar o mais louco e sublime dos sentimentos - O Amor!"
"A bifurcação entre a razão e a emoção
é a mais dolorosa das escolhas que a vida nos impõe."


O Enamorado

O Louco reflete ao longo de sua estrada, consciente agora de suas potencialidade e tendo noções de suas origens, já sabe que possui atributos e pode trabalhar suas energias para a realização de seus desejos. Sabe inclusive que tem desejos, não está mais perdido em si mesmo, pois com o Mago ele aprendeu a força da Vontade e a iniciar um caminho. Com a Papisa aprendeu a refletir e pela primeira vez tomou consciência de que havia algo a ser compreendido. Com a Imperatriz ele percebeu a dimensão da idéia e que esta organizaria o caos de seus pensamentos desconexos. Com o Imperador ele descobriu que poderia concretizar o resultado da Vontade, da Reflexão e da Idéia. Ao encontrar o Hierofante, o Louco vislumbrou a mais pura verdade, a de que nada existe sem a essência primordial que alimenta cada átomo da criação.

O louco parecia satisfeito, poderia sentir-se dono de si e de seu destino, poderia usar as leis que aprendera com os Arcanos e seguir sua viagem criando tudo que tivesse vontade, criava até mesmo a Vontade em si. Mas ele não contava que seu próximo encontro o deixaria tão atordoado. Assim ao encontrar o Enamorado ele descobre que não basta criar, tem também que escolher. Experimenta o mais angustiante sentimento – a Dúvida, a mais fascinante emoção – o Amor e a maior de todas as limitações – a Razão.

O Enamorado simboliza a liberdade de escolha e por isso também representa a dúvida. È o momento em que nos vemos diante de dois caminhos e não sabemos para onde ir.

Não estamos seguros para escolher e nem temos plena consciência das conseqüências desta escolha, só sabemos que ela tem que ser feita. É nesta hora que descobrimos que crescemos e que agora temos o direito tão almejado de decidir sobre nossa própria vida. Quando crianças os outros escolhem por nós, desde nossas roupas ao que vamos comer, agora já livres das imposições de nossos pais e familiares, temos que caminhar sozinhos e fazer nossas próprias escolhas. Muitas vezes na vida queremos voltar a ser crianças para não sentir o peso desta responsabilidade

O Enamorado simboliza o amor, a beleza e a atração natural, estando ou não em harmonia com a razão. É a relação verdadeira, amor a arte e a tudo que se refere a beleza do mundo. Simboliza o casamento, a simpatia, as amizades e a união verdadeira. Quando o cupido lança sua flecha em nosso coração ele estabelece a sua magia e o mundo ao nosso redor torna-se estranho, e é neste momento que podem ocorrer as inseguranças e as dúvidas, pois quase sempre temos que escolher um caminho e abandonar a estrada que seguíamos. Esta é uma escolha difícil e nem sempre suportável, mas com certeza necessária à nossa evolução.

Na figura do Enamorado (Tarot de Marselha) vemos um jovem entre duas mulheres, uma também jovem que lhe toca o coração e a outra mais velha que lhe toca o ombro. O cupido aponta sua flecha em direção a jovem.
Vemos então nesta figura que o nosso jovem se vê diante de uma dúvida, a de escolher o caminho da razão, representado pela senhora de vestes nobres ou a de escolher o amor, representado pela jovem de roupas simples. O jovem não tem como saber qual seria a melhor decisão, pois não sabe o que encontrará ao final da estrada que escolher.

Ele olha para a senhora (razão), mas seu braço está oculto por traz da jovem (emoção). Enquanto ele não decide o caminho a seguir, sua vida fica parada na estagnação de sua própria angústia.

No nível Iniciático é aquele momento em que duvidamos de nós mesmos, paramos diante de nossa consciência e perguntamos se aquele é o melhor caminho. Se não estamos iludidos em nossos processos espirituais e se ao final da jornada alcançaremos a Luz. Pode também ser aquele momento em que nos tornamos capazes de abandonar a Senda da Luz pelas tentações do mundo, onde uma paixão ou uma ambição se tornam mais importantes do que nossa própria evolução.

No nível psicológico é aquela parte de nós que está sempre entre dúvidas e acabamos por apelar aos conselhos de amigos e vizinhos. Até mesmo para escolher uma roupa para sair ou um quitute nos cardápios, sofremos a angústia da dúvida. É aquele momento em que nos vemos obrigados a decidir algo que nem mesmo conhecemos bem, algo novo para nós, seja um sentimento, um emprego ou uma viagem.

É a nossa necessidade de amor, de relacionamentos sinceros, duradouros e verdadeiros. É o ideal do casamento e do encontro entre Almas afins.

No nível divinatório representa:

Aspectos positivos:

* LIBERDADE
* AMOR
* UNIÃO
* AFETOS PUROS
* SIMPATIAS
* SENTIMENTO
* AMOR PELAS ARTES
* VISÃO INTERIOR QUE RESOLVE PROBLEMAS DIFÍCEIS
* ABNEGAÇÃO
* BELEZA MORAL
* PRAZERES
*
ATRAÇÃO NATURAL
* CAPTAÇÃO ASTRAL
* LEI DO LIVRE-ARBÍTRIO
* HARMONIZAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE
* A DUALIDADE
* OPÇÕES QUE SE APRESENTAM
* INTUIÇÃO
* ESTÉTICA
* ALMA GÊMEA
* SOCIEDADE
* CONVITE
* AMOR AO BELO

Aspectos negativos:

* PROVAS E TENTAÇÕES
* DESUNIÃO E INFIDELIDADE
* MEDO DA VIDA INDEPENDENTE
* DESORDEM
* RUPTURA
* PERIGO DE UM DESLIZE MORAL
* SEVERA TENTAÇÃO NO CAMINHO
* EMOÇÕES INSTÁVEIS
* AUSÊNCIA DE VALORES ESPIRITUAIS
* INCERTEZAS, VACILAÇÃO
* DESEJOS NÃO REALIZADOS
* ASSUNTO QUE NÃO CHEGA A NADA
* PROMESSAS QUE NÃO SE CUMPREM

E o Louco ao encontrar o Enamorado percebe que em vários pontos de sua estrada ele terá que enfrentar sua própria escolha e estará diante de uma bifurcação onde a razão e a emoção, estarão em conflito, criando um caos interior, mas sabe também que de alguma forma ele vencerá.

Neste momento o Louco encontra o Carro e com ele trava um importante contato.


Voltar